A Importância da RAIVA

um cara p*to!

Imagina um jovem rapaz do alto dos seus vinte e poucos anos de idade, apaixonado por uma belíssima mulher, porém cujo pai não aceita o relacionamento dos dois. Uma cena bastante comum, devemos admitir.

Agora imagine que este senhor, pai da bela garota, proíba terminantemente o rapaz de encontrá-la, com o argumento de que o moço não é “de família rica” nem “tem futuro”, ou algo do gênero.

Agora vamos à cena.

O rapaz vai até ao local de trabalho do pai da moça, chama-o para a rua e diz algo do tipo “fala na minha cara agora, por que não posso namorar sua filha?”, já ameaçando partir para a agressão física, com uma barra de ferro em uma das mãos e o ódio pulsando no resto do corpo.

O velho, já levemente destituído de coragem, diz que “não é bem assim”, que ela pode fazer “o que achar melhor” e etc. Pois bem.

Após um tempo os dois finalmente se casam, têm filhos, e passados 44 anos o filho mais velho deste casal escreve estas linhas agora.

Por isso ouso dizer que, de uma forma ou de outra, sem a raiva nenhum de nós sequer existiria.

Raiva, ódio, inconformismo, revolta, chame como quiser. Nossa atividade profissional, nossa vida pessoal, nossa energia e motivação para buscar novos desafios, tudo depende destes sentimentos tão marginalizados. Aí alguém vai falar, “ah, mas tem o amor também”.

Ok. Até pode ter mesmo. 

Vamos a outro exemplo?

Um outro jovem, de família humilde, vivia sendo sistematicamente humilhado por seus pais, irmãos, tios, avós e parentes em geral, que reforçavam nele, sempre que podiam, a crença de que ele era uma pessoa muito limitada intelectualmente, que não iria “ser ninguém” na vida, que não possuía talento algum para nada e que, portanto, estaria fadado a uma existência, digamos, bastante anônima e isenta de quaisquer feitos surpreendentes – o que quer que isso significasse.

Passados alguns anos, o já não tão jovem assim consegue um trabalho de motorista particular e pouco tempo depois já se torna dono de sua própria frota de veículos, ou de qualquer outro produto ou serviço que você possa imaginar. Histórias assim não são apenas reais, são recorrentes, comuns até.

um leão p*to!

Último exemplo!

Imagine que o seu país tenha um presidente bem burro. Num nível que a gente só vê no Homer, dos Simpsons. Você acredita que este presidente irá trabalhar para garantir que a população seja vacinada por “amor ao próximo” ou por ódio daqueles que criticam impiedosamente o seu “governo”?

Então, agora, vamos fazer um exercício mental.

Que peso você acha que tem o “amor” e o “ódio” em casos assim?

Enquanto um serve de bússola moral – o tal do não fazer com os outros o que não gostaria que fizessem com você – o outro é a gasolina, a adrenalina, o combustível, a fonte primária de energia que nos faz sair do lugar. Quer seja para mostrar que todos “estavam errados” a seu respeito, quer seja para uma pura e simples satisfação do ego. 

Deveríamos, portanto, parar de uma vez por todas com esta discriminação idiota em relação ao sentimento da raiva, que é inerente a cada um de nós. E que bom que seja assim!

Sabendo que tenho o poder de provocar uma emoção tão explosiva e transformadora em alguém me faz querer escolher melhor as palavras – e principalmente o tom em que são ditas.

Fica portanto, o aviso. Sua raiva pode ser o combustível necessário para sua mudança de vida, de emprego, de parceiro ou parceira, de cidade, de país, do que quer que seja.

Use-a, sempre, com sabedoria. Coloque tudo que desperta sua ira em escalas, de 1 a 10, por exemplo.

Será ligeiramente mais fácil escolher suas batalhas. E os resultados, acredite, serão sempre surpreendentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s